Home l Entrevistas l Tattoo Artists l HQ's l Artigos l Convenções l Loja l Contate nos
 
 

 

ENTREVISTAS

 

A arte e o estilo das
tatuagens de Nicklas Westin

Novembro de 2015
Fotos: Nicklas Westin
Todos os direitos reservados

Confira a entrevista exclusiva
com o tatuador Nicklas Westin

TM: Qual é o seu nome?

- Nicklas Westin

Esse é seu nome real ou artístico?

- A forma de escrever é diferente, mas a pronuncia é exatamente a mesma, para ambos os casos


TM: Qual é a sua nacionalidade?

- Sueca

TM: Qual é a sua idade?

- 45

TM: Em qual cidade você mora e trabalha?

- Barcelona, Espanha

TM: Por que você escolheu a tatuagem como profissão?

- Há anos eu insistia que queria ser um artista e quando comecei tentar a tatuagem fiquei viciado. Tinha a impressão de que a tatuagem era o único caminho, então quando eu vi as cores brilhantes e os traços finos, tive certeza, como eu disse: fiquei viciado em tatuagem.

TM: Você é um tatuador e pintor?

- Sim, pinto e desenho desde que era criança, obtenho toda habilidade artística que preciso dos meus sentidos através da tatuagem.

TM: Você fez alguma escola de arte?

- Sim, 2 anos na escola secundária.

TM: Você é autodidata?

- Principalmente. Peguei importantes lições na escola de arte, mas também de artistas da tatuagem que trabalhei ao longo dos anos, a maioria iniciantes, por isso, por isso sou autodidata.

TM: Há quantos anos você trabalha com tatuagem?

- Eu trabalho 25 anos fazendo tatuagens, fiz a minha primeira tatuagem em 1988, mas fui começar profissionalmente alguns anos mais tarde.

TM: Qual o seu método de trabalho?

- Eu pego todas as idéias e referências do cliente e, em seguida, vejo o tamanho da área disponível para para realizar a tatuagem. Então decido o que eu vou usar, referências de fotos e o que eu mesmo vou desenhar.

Digitalizo os desenhos e os coloco juntos no photoshop com possíveis referências fotográficas. Eu faço a parte inicial de todo o projeto desta forma, depois que eu começo com as outras partes.

Desta maneira mantenho em aberto a possibilidade de mudanças, que sempre vem depois que começa uma tatuagem. Eu gosto de manter o processo aberto e vivo, permitindo que possíveis novas idéias encorporem na tatuagem em desenvolvimento.


TM: Qual é o seu estilo preferido?

- Eu gosto de misturar próxima do realismo com estilo japonês, modernizando-a um pouco, eu não sou um purista.

TM: Qual é a ligação que existe entre o pintor e o tatuador?

- Eu acho que existem diferenças apenas técnicas entre eles. Ambos gostam de expressar-se a criação de imagens em uma superfície de duas dimenções usando tinta ou pintura. É claro que há mais diferenças se você entrar em detalhes, mas as semelhanças são mais significativas. O núcleo é o mesmo.

TM: Existe algum trabalho especial que você fez? Como se dissesse: "Gostei muito deste trabalho!"

- Há muitos. Para cada tatuagem que faço, eu penso: "Este é o meu melhor trabalho", mas eu acabo gostando todos igualmente.

TM: Você tem várias máquinas de tatuagem? Que máquina você prefere: rotativa ou elétrica?

- Hoje eu só usa máquinas rotativas, as máquinas de bobina são muito pesadas para as minhas mãos, há 5 anos atrás mudei para rotativas. Isso slavou minha vida para ser honesto, eu não podia fazer mais do que 3-4 horas antes da minha mão começar a doer. Eu uso principalmente a Electra e Sublime de Paulo Fernando, e libélula da Inkmachines.

TM: Quais são seus artistas favoritos?

- Meu artista favorito é HRGiger, mas, em seguida, há muitos outros, é claro: Salvador Dali, Trevor Brown, Miss Van, etc. Os tatuadores que teve o maior impacto sobre mim e o meu estilo são Filip Leu, Shige, Guy Aitchison etc. Os tatuadores cujo trabalho eu mais gosto hoje é Mike Dorsey, Phil Garcia, Jess Yen, Jeff Gogue, e mais um grupo inteiro, a lista seria longa!

TM: Qual é a sua opinião sobre o mercado de tatuagem hoje?

- Eu acho ótimo que ele está crescendo, desde o dia em que comecei a fazer tatuagens. O aumento dos materiais de tatuagem torna mais difícil a competição que aumenta a qualidade dos produtos. A tinta de tatuagem é muito melhor hoje e estou tão aliviado por não ter que soldar minhas próprias agulhas depois de fazê-lo por tantos anos, hahaha... Por outro lado, tornou-se muito fácil para um tatuador sem talento comprar equipamentos e fazer um trabalhao que alguém terá que eliminar por meio de laser ou cobrindo-o com algo melhor, o que é um grande incómodo para a maioria dos tatuadores profissionais.

TM: O facebook ajudou os tatuadores?

- Sim absolutamente. Meios de comunicação social em geral, só tem sido útil para todos que querem promover o seu trabalho.
Antes, você era dependente de revistas de tatuagem para apresentar seu trabalho para muitas pessoas, ou você teria que fazer um monte de convenções todos os anos para mostrar seu trabalho. Hoje você só precisa de uma câmera, um computador e fazer alguns cliques do mouse e todos em seus círculos podem apreciá-lo instantaneamente.


TM: Você tem uma dica para quem está começando na profissão de tatuador?

- Tente o máximo que você puder estudar a luz dos objetos em fotos e veja as soluções de outros artistas no que você está tentando melhorar. E não tenha pressa, vai demorar muito tempo para chegar a um nível decente de qualidade, e faça, pratique o máximo que puder em papel normal com uma simples caneta.

E sempre respeite a opinião de seus clientes, mas nunca deixe que afetem negativamente o seu trabalho, então, quando você sabe que vai ter um impacto negativo sobre o resultado, decida não fazer o trabalho, se você não puder convencê-los a fazer o que você sabe que vai ser o melhor para a tatuagem.


TM: Como está sua agenda? Com longa fila de espera?

- Vou parar de reservar muitos meses antecipadamente e tentar manter a agenda mais aberta para possíveis projetos, mas vai ser difícil uma vez que há uma pressão sobre mim para fazer um monte de coisas. Vou tentar mantê-lo em cerca de 6 meses, mas vamos ver como vai ser.

TM: Como as pessoas podem fazer para entrar em contato com você e fazer uma tatuagem?

- Enviem um e-mail: nicklaswestin.consulting@gmail.com ou faça contato no Facebook por mensagem.

 

 


Tattoo Magazine
A cultura da tatuagem

 

                    

 
  Termos de uso
©Todos Direitos Reservados