Home l Entrevistas l Tattoo Artists l HQ's l Artigos l Convenções l Loja l Contate nos
 
 

 

ARTIGOS

 

Meu filho quer fazer tatuagem

Especialistas explicam como as mães devem lidar com o desejo dos jovens que optam por fazer tattoos ou piercings.

Lika Rodrol
Foto: wikiHow

É cada vez mais comum ver adolescentes com um estilo bastante personalizado. Há o grupo dos mais ousados, que enfeitam o corpo com tatuagens, piercings e até alargadores - aquelas argolas enormes na orelha. Já os menos radicais usam penteados em estilo dreadlock (rastafári) ou tintura de cores chamativas.

Os pais e as mães costumam ficar assustados com essas atitudes, sem saber o que fazer. Algumas famílias apóiam a decisão dos filhos, mas para outras tais mudanças são um problemão. Segundo a psicóloga Rita Clara Atanes dos Santos, de São Paulo, esse comportamento dos jovens é normal. ''Eles querem chamar a atenção, ser diferentes ou fazer parte de um grupo'', diz.

Com relação ao estilo do cabelo, não há motivo para drama. Se o seu filho quiser voltar atrás, é só cortar as trancinhas. Já com as tatuagens definitivas, não acontece o mesmo. ''Como não têm idade suficiente para tomar tal decisão, eles talvez se arrependam no futuro'', alerta Rita.

Quando sua resposta é sim

Primeiro, deixe o preconceito de lado e escute seu filho. Se sentir que não é só uma coisa de momento e não vê problema nessas práticas, apóie o jovem. Mas fale dos prós e dos contras da decisão. Se ele quiser ter um piercing, por exemplo, leve-o para assistir uma sessão ou faça-o conversar com alguém que já tenha feito um.

Quando sua resposta é não

Se você é contra, explique claramente o porquê. Diga a ele que ao fazer uma tatuagem, por exemplo, ele poderá ter problemas futuros para arrumar emprego, sofrer discriminação ou mesmo enjoar do desenho escolhido. E quando ele tiver maturidade e puder responder sozinho por suas ações, você irá apoiá-lo. Fale com autoridade e ponto final!

Saiba mais sobre tatuagem, piercing e dread-lock

Tatuagem

Procure referências do profissional eleito e tenha certeza de que seu filho não tem alergia. A tatuagem deve ser feita sobre a pele sadia, com tinturas vegetais e material descartável. Faça-o escolher bem o desenho, para não se arrepender depois. Na dúvida, ele pode fazer primeiro uma tatuagem de henna, que desaparece naturalmente em até três meses.

Piercing

É uma palavra que em inglês significa perfuração. Os furos podem ser feitos em várias partes do corpo. Os mais comuns são orelhas, sobrancelhas, umbigo e língua. O tempo de cicatrização varia de acordo com o local escolhido. Mas se o piercing não for bem colocado e mantido sobre rigorosos cuidados higiênicos, poderá provocar reações alérgicas ou inflamações.

Dreadlock

O penteado afro, que antes era desejado só por quem tem cabelos crespos, conquistou também os lisos. Para ser trançado, é preciso que o cabelo esteja pelo menos na altura do queixo. Ao contrário do que diz o mito, os fios podem ser lavados naturalmente. Mas é preciso secá-los muito bem, pois a umidade atrai fungos que causam mau cheiro e até mofo no cabelo.


Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/familia/reportagem/filhos/meu-filho-quer-fazer-tatuagem-572308.shtml

Fonte: BBC News Magazine
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2014/09/140922_tatuagens_emprego_lab
http://www.bbc.com/news/magazine-29211526

 


Tattoo Magazine
A cultura da tatuagem

 

                    

 
  Termos de uso
©Todos Direitos Reservados