Home l Entrevistas l Tattoo Artists l HQ's l Artigos l Convenções l Loja l Contate nos
 
 

 

ARTIGOS

Em quais situações você não pode doar sangue

Estão relacionadas abaixo as principais causas de inaptidão à doação de sangue. Entretanto, esta relação não esgota o assunto. Algumas situações não estão inclusas nesta lista e serão definidas no ato da triagem clínica pela enfermeira ou pelo médico que realizarão o seu questionário.

Você não poderá doar sangue se:

- Tiver idade inferior a 18 anos ou superior a 65 anos 11 meses e 29 dias.
- Tiver peso inferior a 50 kilos.
- Estiver com anemia no teste realizado imediatamente antes da doação.
- Estiver com hipertensão ou hipotensão arterial no momento da doação.
- Estiver com aumento ou diminuição dos batimentos cardíacos no momento da doação.
- Estiver com febre no dia da doação.
- Estiver grávida.
- Estiver amamentando, a menos que o parto tenha ocorrido há mais de 12 meses.

Você estará impedido de doar sangue:

1) Por 48 horas:

- Se recebeu vacina preparada com vírus ou bactéria mortos, toxóide ou recombinantes. Ex.: Cólera, Poliomielite (SALK), Difteria, Tétano, Febre tifóide (injetável), Meningite, Coqueluche, Pneumococo.

2) Por cinco dias:

- Se ingeriu AAS (ácido acetil salicílico) ou qualquer outro medicamento que contenha AAS em sua composição. Exemplos: Aspirina, Sonrisal etc.

3) Por sete dias:

- Se teve diarréia.
- Após terminarem os sintomas de gripe ou resfriado.
- Após a cura de conjuntivite.

4) Por duas semanas:

- Após o término do tratamento de infecções bacterianas.
- Após a cura de rubéola.
- Após a cura de Erisipela.

5) Por três semanas:

- Após a cura de Caxumba.
- Após a cura de Varicela (Catapora).

6) Por quatro semanas:

- Se recebeu vacina de vírus ou bactérias vivos e atenuados. Ex.: Poliomielite Oral (SABIN), Febre tifóide oral, Caxumba, Febre amarela, Sarampo, BCG, Rubéola, Catapora, Varíola etc.
- Se recebeu vacina contra Gripe.
- Se recebeu Soro Antitetânico.
- Após a cura de Dengue.

7) Por oito semanas (somente para homens):

- Após uma doação de sangue. Esse período deve ser ampliado para 16 semanas se houve doação dupla de hemácias por aférese.

8) Por 12 semanas (somente para mulheres):

- Após uma doação de sangue (para mulheres). Esse período deve ser ampliado para 24 semanas se foi doação dupla de hemácias por aférese.
- Após parto normal ou abortamento.

9) Por três meses (independente se homem ou mulher):

- Se foi submetido a Apendicectomia.
- Se foi submetido a Hemorroidectomia.
- Se foi submetido a Hernioplastia.
- Se foi submetido a Ressecção de varizes.
- Se foi submetido a Amigdalectomia.

10) Por seis meses a 01 ano:

- Se foi submetido a uma cirurgia de grande porte como por exemplo: Colecistectomia, Histerectomia, Tireoidectomia, Colectomia, Esplenectomia pós trauma, Nefrectomia etc.
- Após a cura de Toxoplasmose comprovada laboratorialmente.

11) Por 12 meses:

- Se recebeu uma transfusão de sangue, plasma, plaquetas ou hemoderivados.
- Se foi submetido a transplante de órgãos ou de medula óssea.
- Se recebeu enxerto de pele ou de osso.
- Se sofreu acidente se contaminando com sangue de outra pessoa.
- Se teve acidente com agulha já utilizada por outra pessoa.
- Se teve contato sexual com alguma pessoa com AIDS ou com teste positivo para HIV.
- Se teve contato com prostituta ou com outra pessoa que recebeu ou pagou com dinheiro ou droga pelo ato sexual.
- Se teve contato sexual com usuário de droga endovenosa.
- Se teve contato sexual com pessoa que tenha recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses.
- Se teve relação sexual com pessoa com hepatite.
- Se mora na mesma casa de uma pessoa que tenha hepatite.
- Se fez tatuagem.
- Se fez piercing.
- Se teve sífilis ou gonorréia.
- Se foi detido por mais de 72 horas.

12) Por cinco anos:

- Após a cura de Tuberculose pulmonar.

Você nunca poderá ser doador de sangue se:

- Tem ou teve um teste positivo para HIV.
- Teve hepatite após os 10 anos de idade.
- Já teve malária.
- Tem doença de Chagas.
- Recebeu enxerto de duramater.
- Teve algum tipo de câncer, incluindo leucemia.
- Tem graves problemas no pulmão, coração, rins ou fígado.
- Tem problema de coagulação de sangue.
- É diabético com complicações vasculares.
- Teve tuberculose extra-pulmonar.
- Já teve elefantíase.
- Já teve hanseníase.
- Já teve Calazar (Leishmaniose visceral).
- Já teve brucelose.
- Tem alguma doença que gere inimputabilidade jurídica.
- Foi submetido a Gastrectomia total.
- Foi submetido a Pneumectomia.
- Foi submetido a Esplenectomia não decorrente de trauma.


Fonte:
Fundação Pró-Sangue
www.prosangue.sp.gov.br

 


Tattoo Magazine
A cultura da tatuagem

 

                    

 
  Termos de uso
©Todos Direitos Reservados